Brasil Casamentos Reais Foto e Vídeo LUA DE MEL O CASÓRIO

Quando um templo budista entra em um Trash the dress por acaso e rouba a cena tornando tudo ainda mais belo e romântico

13 de outubro de 2015

Você é daqueles que acredita que nada na vida acontece por acaso? Depois de ler essa história você vai ter certeza. Lembram do belo casamento da Jaqueline e do Rafael, marcado pela tradição e homenagens familiares? Hoje é dia de escrever sobre o trash the dress desse casal que se tornou querido do Casório na Serra. Todo o processo de escolhas envolveu o produtor de vídeo Cristiano Oliveira e o fotógrafo Hugo Carneiro, inclusive o local para o ensaio. Gramado foi o cenário eleito. Eles só não contavam com uma série de imprevistos que fizeram toda a diferença e tornaram esse trash pra lá de especial.

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Tudo foi milimetricamente planejado pelo casal com a dupla de profissionais. Cada local, cada take. Até porque só tinham uma semana de férias para fazer as imagens e ainda curtir a lua de mel. Eles só não contavam com uma mudança no tempo e a chegada de um temporal repentino. No primeiro dia ainda correu tudo dentro do planejado. O Le Jardin Parque e suas lavandas renderam fotos lindas. Já no segundo dia, a chuva chegou com tudo e eles ainda tiveram uma baita dificuldade de encontrar a igrejinha que seria cenário da outra etapa de fotos. Ela ficava bem mais distante do que imaginavam, mas valeu a pena procura-la. Mas dali em diante perceberam que não dava para insistir no que estava planejado e precisavam mudar os planos para concluir o trash the dress.

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Imagens aéreas e Trash the Dress são a nova moda em vídeos de casamento

“Passamos parte da noite planejando o que poderíamos fazer. Perguntamos à hospedes do hotel, profissionais, mas a previsão era chuva, chuva e mais chuva o dia todo. Não desistimos, encaramos a chuva, mudamos os planos e ganhamos vários presentes pelo caminho. Não conseguiríamos aproveitar nenhum lugar por perto, então vimos que em Porto Alegre o tempo estaria bom. Planejamos ir para lá fazer as fotos no Parque da Redenção, como última opção. No caminho encontramos um lugar chamado Três Coroas e lembramos que algum hóspede do mesmo hotel tinha falado algo sobre a região. Comecei a procurar na internet e foi aí que descobrimos o templo budista. Chegando lá era tudo lindo! E não havia chuva, mais perfeito impossível”, comemora Jaqueline.

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Chegando lá, mais adrenalina e quase tudo foi por água abaixo novamente. “Quando chegamos ao templo os meninos foram pedir a liberação para o ensaio e o recepcionista autorizou. Quando estávamos indo fazer as fotos apareceu uma mulher dizendo que não poderímos fazer o ensaio, pois precisávamos de autorização prévia. Enquanto tentávamos argumentar surgiu uma outra senhora falando em inglês que era para autorizar e abrir uma exceção”, revela Jaqueline. Que sorte, o templo estava no caminho do casal. Por coincidência ou não, ele se tornou um dos protagonistas do vídeo. Dê play no trailer acima, garanto que vale a pena! O Cristiano Oliveira captou bem a imponência e vibração do local e as imagens ficaram impactantes tornando o trash the dress ainda mais especial. Abaixo uma galeria para embarcarmos nessa viagem romântica, emocionante e inspiradora…

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

O videomaker Cristiano Oliveira gravou todos os bastidores do trash the dress

O videomaker Cristiano Oliveira gravou todos os bastidores do trash the dress

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Foto: Hugo Carneiro

Você também pode gostar de