Mães e Madrinhas NOIVA Vestido

Maria Helena Drummond, uma estilista que há 64 anos constrói sonhos em forma de vestido

27 de setembro de 2015
Maria Helena Drummond comanda até hoje as provas das noivas

Maria Helena Drummond comanda até hoje as provas das noivas

Essa história começa promovendo uma verdadeira viagem no tempo. Vamos para o final da década de 40, quando aos nove anos de idade Maria Helena Drummond ganhava sua primeira máquina de costura. Um presente dos pais depois dela tanto pedir. O gosto pela costura foi espontâneo, sem muita explicação. Dom divino, vocação dessas que nascem com a gente e nos acompanham por toda a vida. E foi assim e é até hoje com essa senhora pra lá de predestinada e talentosa. Em nossa entrevista exclusiva no belo casarão que hoje sedia seu atelier em sociedade com o filho e a nora, o brilho nos olhos continua intenso. Provavelmente o mesmo daquela garotinha que recebia seu tão esperando presente há tantos anos atrás.

maria_helena_drummond3

Autodidata, começou a operar a máquina sem curso, orientação ou supervisão de um adulto. Cheia de vontade de construir vestidos, não demorou a criar o primeiro para a moça que trabalhava em sua casa. O sorriso no rosto dela foi o melhor presente e um estímulo extra para seguir adiante e começar a escrever a história de sucesso que anos mais tarde se transformou na Isa Drummond Noivas, principal atelier de vestido de noivas de Petrópolis. Ainda mocinha, por volta dos 14 anos idade, começou a fazer roupas para fora, inicialmente para as amigas da mãe. O sucesso e pedidos não demoraram a chegar e dali em diante foi só uma questão de tempo. De roupas casuais, surgiu um pedido especial para desenvolver um vestido de 15 anos. Ela lembra como se fosse hoje do modelinho rico em camadas de tule e muitas flores artesanais. Era o que faltava para surgir o seu grande e inesquecível desafio: o primeiro vestido de noiva.

Lado a lado, o vestido de 15 anos e o primeiro vestido de noiva criados pela Maria Helena

Lado a lado, o vestido de 15 anos e o primeiro vestido de noiva criados pela Maria Helena

“Lembro como se fosse hoje. Você acaba se envolvendo com a felicidade. Eu não trabalho com agulha e linha e sim com sonhos”, revela com um sorriso no rosto. Depois de realizar tantos sonhos, tinha que construir o próprio. E, acreditem, fez sozinha o seu vestido de noiva. Em plenos anos 70, se inspirou na moda hippie para desenvolve-lo. Ao se casar com um carioca, deixou Minas Gerais e se mudou para Petrópolis, onde vive desde então. Num primeiro momento precisou deixar o trabalho um pouco de lado, até para ter tempo de construir uma clientela em sua nova cidade. Depois de ter dois filhos, retomou com tudo a carreira de sucesso e acumula em sua trajetória centenas de vestidos de noiva.

Alguns dos belos croquis desenhados pela Maria Helena Drummond

Alguns dos belos croquis desenhados pela Maria Helena Drummond

O diferencial de suas criações começava pela embalagem. Os vestidos eram entregues em uma caixa forrada desenvolvida a mão pela própria e eram envoltos por tule na cor do look. O cabide também levava o mesmo tecido. Reparem que ela já fazia isso muito antes de se tornar moda e o trabalho passar a ser replicado e oferecido por estilistas da nova geração. Moderna, Maria Helena sempre deu dicas de estilo ajudando as noivas a compor o look como um todo e passou a desenvolver inclusive arranjos florais para a cabeça. Gosta de misturar a modernidade com a tradição, construindo vestidos moderninhos sem perder o romantismo. O carinho e proximidade com as clientes sempre foram tão grandes, que ela criou um caderninho, uma espécie de guia, com dicas dos principais preparativos em ordem cronológica para ajuda-las na organização do casamento, sem esquecer nenhum detalhe.

Maria Helena ao lado do filho Flávio e da nora Alessandra, O trio comanda a Isa Drummond Noivas

Maria Helena ao lado do filho Flávio e da nora Alessandra, O trio comanda a Isa Drummond Noivas

Com o passar dos anos e o negócio indo de vento em popa, percebeu que era hora de mais uma vez se reinventar e promover nova transformação em seu negócio. “O processo de transição dos vestidos exclusivos começou no início dos anos 2000. As próprias clientes começaram a perguntar se eu trabalhava com aluguel, mas inicialmente eu não conseguia desenvolver a dinâmica”, revela. Foi assim que em 2007 o filho Flávio e a nora Alessandra entraram na história e se associaram a Maria Helena, criando a marca Isa Drummond Noivas. O nome é uma homenagem a netinha Isabela, filha do casal. Com tantas boas energias e uma linda trajetória de amor e dedicação aos vestidos de noiva amparando o projeto tinha que ser sucesso.

isa_drummond2

O negócio cresceu e hoje atende em um belo casarão na Avenida Ipiranga e oferece os servi~os de venda e aluguel de vestidos de noiva, debutantes, damas e festas. Com toda a infraestrutura de um digno atelier francês, com direito a cinco salas de prova, reúne belos vestidos de grandes marcas dos grupos Pronovias e Black Tie. Tais como St. Patrick, Avenue Diagonal, White One e Justin Alexander. Tudo isso com o diferencial de uma renomada estilista com 64 anos de bagagem. Dona Maria Helena continua à frente da empresa comandando tudo. Desde provas a interferências no vestido. Aliou o seu dom da criação, para adaptá-los aos sonhos das clientes, possibilitando desenvolver pequenas intervenções nos modelos prontos. Mudanças como criação ou retirada de mangas, alteração do decote, desenvolvimento de bordados, fitas e laços. Um trabalho personalizado. Único. Assim como a história dessa linda mulher à frente de seu tempo. Uma senhora de fibra, que carrega a comunhão perfeita entre sucesso profissional e uma bela história de amor. Mas isso é história para outro post. Fiquei tão encantada com a Dona Maria Helena que prometo trazer muitas belas histórias dela para vocês.

 

Você também pode gostar de